quinta-feira, 18 de Dezembro de 2008
Resultados da aplicação da Lei de Prevenção do Tabagismo na População Portuguesa
Por info.deixar @ 8:55 :: 14996 Visualizações :: 917 Comentários :: :: Agenda

De acordo com a Direcção Geral da Saúde, foram aplicados questionários no domicílio de 6.308 cidadãos com idade igual ou superior a 15 anos com a finalidade de avaliar os resultados do impacte da Lei de Prevenção do tabagismo.

Verificou-se que 55 por cento dos cidadãos consideram que a lei não penaliza os fumadores.

Dos 39 por cento que consideram que a lei penaliza os fumadores, a maioria eram fumadores.

Entre 61 e 98 por cento dos cidadãos entrevistados manifestaram-se a favor da proibição de fumar em todos os locais previstos.
Cerca de 94 por cento dos cidadãos considera que a Lei protege a saúde e 35 por cento admitiram ter sentido melhorias ao nível da saúde.
Metade dos fumadores portugueses fumam ­em casa, não tendo havido mudança desse comportamento após a aplicação da Lei.
A venda do tabaco diminuiu 13,5% em relação ao mesmo período no ano anterior.
Em 2008 registou-se um aumento de 60% de consultas disponíveis de Apoio À Cessação Tabágica (quando se considera igual período de 2007)
 
Nota: Este estudo foi uma acção conjunta da DGS, INSA e da Episcience.